terça-feira, 6 de julho de 2010

Para: Você

5 comentários:
 



As vezes sinto ódio de mim, ódio de ainda te amar. Eu sei que tudo muda, mas explica isso para o meu coração. Dói saber que nunca vou te esquecer, seus defeitos sempre me assustaram, amo você, mas odeio isso. Sim, eu choro quando lembro das suas promessas, choro porque acreditei no seu "Amor eterno", impossível segurar as lágrimas quando me recordo do seu abraço e da sua voz me dizendo que tudo ia ficar bem, mentiroso!
Me recupero ao poucos do buraco que deixou no meu coração, dói demais, mas ainda sim tenho esperança do amanhã ser melhor. Nunca se esqueça que amor como o meu não se encontra fácil, pode até procurar. 
E apesar de te odiar sei que seu lugar sempre estará vazio e disponível caso queira voltar, porque eu ainda te amo e sempre vou te amar.

Beijos :*
Eli

5 comentários:

Sinta-se à vontade para comentar, mas lembre-se: Onde seus direitos terminam os meus começam.

 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff