sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Pitada de talvez

2 comentários:
 

Nunca precisei dizer muito, meus olhos revelavam tudo, sempre. Não sei mentir, de fato. Não sei dizer um "não" sem uma pitada de talvez, não sei dizer um adeus completo, apenas até logo, não sei ouvir conselhos, eu não sou a garota certa e decidida, e talvez isso te faça continuar tentando. Sou confusa, indecisa, nunca me dê duas opções, não vou escolher nenhuma, mas você já me conhece o suficiente.
A ironia me acompanha, difícil levar tudo à sério, eu gostaria de ser mais fácil de convencer, mas parece que recebi os genes errados, é uma pena.
Nesse joguinho eu dito as regras, não existe meias palavras, tudo é como eu quero, sou egoísta demais para deixar o controle, preciso me sentir no comando, mesmo que isso signifique afastar as pessoas especiais de mim.
Não quero que desista, não quero que acredite em contos de fada, quero apenas que entenda a minha necessidade de ter meu próprio espaço, aprendi a ser individualista e preciso de tempo - muito tempo - para ser um pouco mais flexível, obrigada.

Beijos :*
Eli

2 comentários:

  1. Nossa, gostei desse post.

    Dá uma passadinha lá. Beijos '

    http://raylanelaeda.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Sinta-se à vontade para comentar, mas lembre-se: Onde seus direitos terminam os meus começam.

 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff