segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Máscara de normalidade

Nenhum comentário:
 

Te vi de novo, feliz. Não que eu esperasse que fosse diferente, mas porque só eu preciso sofrer com isso? Porque só eu tenho que sentir falta de tudo, das tardes na varanda, das risadas, das brincadeiras de criança e de todo aquele juramento de amor eterno? Injusto. Você nem parece se importar com o fim, devo ser muito ingênua em acreditar que esse pequeno detalhe ia fazer diferença nessa sua vida incrível e maravilhosa. Diferente de você eu não visto essa máscara de normalidade, ainda preciso de tempo para digerir tudo, ou pelo menos tentar.
Ao contrário do que deveria acontecer, eu não te condeno por estar tentando ser feliz, queria conseguir isso também, mas dediquei tempo e amor demais, preciso me convencer de que não tem volta, de que você não volta.

Beijos :*
Eli
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar, mas lembre-se: Onde seus direitos terminam os meus começam.

 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff