quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Mi corazón, cap V

4 comentários:
 
 Leia também Cap I | Cap II | Cap III | Cap IV

Como sempre coloquei meus fones de ouvido no volume máximo, eu gosto de música alta, isso costuma abafar as vozes chatas e meus pensamentos idiotas, sempre estranha. Ir para casa era um ritual interessante, sempre olhava para as mesmas casas do trajeto, observava sempre as mesmas pessoas e sorria sempre das mesma coisas, definitivamente eu precisava sair mais e me livrar dessa vida social sem graça ou seria anti-social? Que seja.
Já não bastava ser a nerd eu tinha que falar sozinha também, ou como costumo dizer "pensar em voz alta", e minha discussão externa comigo mesma se tratava de risinhos e suspiros relacionados à Mike, meu ficante. Odeio esse termo "ficante" "rolo", soa tão descompromissado, ops Chris sua boba, não é nada de mais, um beijo só, algumas cartas e um bilhetinho fofo, agora só preciso convencer esse coração aqui.
Senti um puxão no braço, me assustei.
- Ei garota não me ouviu gritar seu nome não?
Mike estava gritando meu nome? Droga, que burrice a minha, os fones!
- Desculpa, fones altos, garota estranha, distrações.
- Tudo bem sua ET, você é muito diferente das outras, mas gosto disso.
O que ele quis dizer com diferente? Será que eu era mais estranha do que pensava? Bom, mas se ele gosta assim.
-  Er, o que foi? - perguntei curiosa, será que ia rolar outro beijo? Tomara que sim.
- Nada, eu só queria te acompanhar.
- Hum, okay. - esse "só" matou minhas expectativas.
Voltar da escola nunca fora tão divertido, eu amava o jeito que Mike sorria, eu amava tudo nele. Jogamos conversa fora, rimos de tudo, os trinta minutos mais bem gastos, sem dúvida. Paramos na esquina da minha rua embaixo de uma árvore, eu sempre tinha que falar demais.
- Hum, é, sabe, eu gosto dessa árvore. - como sempre estragando tudo, "eu gosto dessa árvore?" que coisa mais idiota de se dizer.
- Ela é bem legal. - porque ele tinha que ser tão fofo comigo? Não mereço isso.
- E aí?
- E aí o quê?
- Melhor eu ir para casa, hum é, tch...
Antes de terminar de falar eu estava envolta nos braços de Mike e com meus lábios junto aos seus, vi estrelas, fogos de artifício, tudo girou, uou o segundo beijo foi ainda melhor. Me soltei sem ar e eufórica, encontrei seus olhos.
- Nossa, nossa, você poderia me avisar quando for me dar um beijo de cinema hein.
- Eu prefiro agir ao invés de dar aviso prévio.
Novamente perdi o chão com outro beijo, eu estava ficando boa nisso.
- Okay, okay preciso ir mesmo, te vejo amanhã? - estava ansiosa pelo amanhã.
- Claro, eu não vou largar do seu pé tão fácil assim mocinha.
- Espero que não - sorrimos.
Nos despedimos com um selinho, uau Chris você está pegando jeito hein!
Amanhã chega logo por favor, por favor!

Continua.
-

O que acharam deste capítulo? Gostaram? Não deixem de comentar!

Beijos :*
Eli

4 comentários:

  1. AI MIKE *-* ASUHDUIHASIUHSDAUIHASD
    maaaaaaaaaais...

    Beijinhos.
    gabipolar.blogspot.cm

    ResponderExcluir
  2. euu tbem quero mais *-----* euu ameii

    ResponderExcluir
  3. O Mike não existe! K caceta, ele é perfeito.
    E a menininha é tipo que todo mlk procura, pena que a gente nunca acha K
    mas enfim, muito boa a história.

    ResponderExcluir

Sinta-se à vontade para comentar, mas lembre-se: Onde seus direitos terminam os meus começam.

 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff