domingo, 11 de novembro de 2012

Sinopse

Nenhum comentário:
 

Ainda ontem estava tentando desvendar um pouco mais deste mistério que é você, mas não obtive conclusão alguma, talvez pelo fato de não me deixar pistas, alguma dica fácil ou o problema seja que eu quero sempre saber mais, saber tudo...
Este espirito investigativo me acompanha desde sempre, tenho uma necessidade ridícula de analisar pessoas, passados, ações e tudo que me trouxer a chave da personalidade alheia, aí acabo me enrolando nas minhas próprias "investigações", afinal, revirar o baú nem sempre é adequado, nunca se sabe a quantidade de besteiras que vai separar como verdade absoluta.
A gente tem mania de criar uma imagem idealizada de algumas pessoas e depois de fazer uma busca intensa naquela velha caixa de lembranças nossos muros caem, ficamos aturdidos duvidando de tudo e de todos, esquecemos que quando trazemos alguém para nossa vida toda a bagagem de defeitos, manias, ex-amores e velhas mágoas vem junto. As pessoas deveriam vir com algum tipo de manual de instrução do gênero "Não fale de tal coisa caso não queira causar uma onda de surtos e de lembranças ruins" "Ele não gosta de poesia então não cite Camões", mas parece ser bem mais eficaz ir descobrindo pontos fracos e fortes por experiência do que por estudo de caso anterior. 
Enquanto ninguém vier com sinopse vou me contentando em descobrir aos poucos, afinal, que outra alternativa tenho?

Beijo :*
Eli
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar, mas lembre-se: Onde seus direitos terminam os meus começam.

 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff