domingo, 10 de março de 2013

Abuso sexual, um trauma para a vida toda

Nenhum comentário:
 

"A mãe de Beth (menina da foto) faleceu ao dar a luz a seu irmão, quando ela tinha apenas 1 ano de idade. As crianças ficaram sob a guarda do pai, um homem sádico e alcoólatra que passou os 7 meses seguintes abusando sexualmente de Beth e negligenciando seu irmão, tanto que a parte de trás do crânio do bebê ficou plana, em função de ficar o tempo todo deitado no berço. Após os 7 meses de abusos incessantes, a guarda das crianças foi tomada por assistentes sociais.
Beth e o irmão foram entregues à uma família adotiva, porém o histórico de abusos e negligências nunca foi relatado aos novos pais, mas não demorou para que estes notassem o comportamento estranho da menina.
Beth tinha constantes pesadelos envolvendo “um homem que caía sobre ela e a machucava com uma parte dele..."

A história de Beth se repete de minuto em minuto no mundo todo. Crianças são submetidas ao abuso sexual e a grande maioria leva o trauma até a vida adulta. Já ouvi muitas histórias trágicas de pessoas que depois de anos cometeram suicídio ou que apresentavam quadro psicótico devido ao abuso na infância. Particularmente acho abominável em todos os quesitos um ser humano que tem coragem de fazer tanto mal à um inocente, muitas vezes que nem sabe falar. Outros escolhem como vítimas adolescente e adultos, que também acabam tendo que passar por longos tratamentos psicológicos. Debati este tema com algumas amigas e fiquei ainda mais revoltada e enojada com alguns depoimentos:

N.G
"Eu já passei por isso, fui abusada sexualmente por um professor de reforço, e foi bastante ruim e traumático. Tenho esse trauma até o dia de hoje, não é nada fácil . Vivo com isso todos os dias, e digo que não superei ainda, porque me sinto suja todos os dias.
Em algumas aulas esse tal professor já ficava tipo passando a mão em mim, mais eu sempre ficava com medo de contar para minha mãe, aí teve um dia que minha mãe pegou e me deixou com ele e foi no mercado. Foi o tempo exato pra ele pegar e abusar sexualmente.Eu chorei tanto, porque tipo doeu né, e eu tinha por volta de uns 7 anos. Depois que ele abusou de mim, ele voltou a me dar aula como se nada tivesse acontecido, e quando minha mãe chegou ele disse que a aula tinha sido muito proveitosa e que eu tinha aprendido muito.
De vez em quando eu sonho que estou sendo estuprada novamente, ai eu fico com muito medo.
Nunca pensei em denunciá-lo porque não quero me expor, e prefiro que ninguém saiba disso. Não quero olhares estranhos, não quero que sintam pena de mim. Vi ele um tempo atrás no jornal, ele tinha sido preso por pedofilia."


A.L
"Eu nunca fui abusada. Nem nunca passei por nenhuma situação do tipo. Acho que quem faz isso deveria ser preso e sofrer bastante. Abusar sexualmente de uma pessoa é atitude psicopata."


B.V
"Eu particularmente além de nojo, peço apenas misericórdia de Deus, porque fazer isso é abominável ."

-

Gente, eu não consigo aceitar pessoas sádicas assim, sexo é um ato muito íntimo que ninguém deveria ser obrigado a cometer contra a própria vontade, e muito menos acometer menores, mas quem sofre abuso deve imediatamente denunciar, afinal, alguém que faz isso uma vez provavelmente vai deixar mais rastros de dor e sofrimento por onde passar.
DENUNCIE!

P.s: O tema não é nada "light", mas o que adianta ter um meio de informação e cultura se não repasso isso aos leitores? Acho justo que a verdade seja dita. 

E você, conhece alguém que já passou por isso? 

Beijos :*
Elis

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar, mas lembre-se: Onde seus direitos terminam os meus começam.

 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff