domingo, 8 de setembro de 2013

O amor sempre vale a pena

Nenhum comentário:
 

Desde sempre os filmes tentam mostrar da maneira mais simples que quando você quebra o coração uma vez não significa que sempre vai ser assim, e aí você lê um livro que te leva para a mesma linha de raciocínio. O grande problema é que o tempo é relativo tanto no cinema quanto na literatura, os dias passam em dois minutos para o leitor ou telespectador, e isso é como trapacear, você sabe né, algumas cicatrizes demoram mais do que outras para não doerem antes da previsão dizer que vem chuva.

Nunca entendi muito bem a expressão "meu coração dói de amor" até passar pela fase pós relacionamento, meu primeiro namoro me trouxe a oportunidade de experimentar toda a montanha-russa dessa tal de paixão e no fim sofri, assim como você já deve ter sofrido alguma vez ou como provavelmente um dia vai sofrer, mas isso não se trata da minha história de superação e sim de como sofrer por amor ou pela falta dele é perfeitamente natural e de como não é o fim do mundo.

Já ouvi várias vezes aquela frase "não consigo viver sem ele/ela", as pessoas se subestimam demais. Você nunca deve fazer de alguém a sua vida, mas essa regra é esquecida logo nas primeiras borboletas no estômago ou daquele beijo de ver estrelas.

A gente se apega e se esquece que antes de amar o outro deve amar a si mesmo, mas isso é consequência de se estar apaixonado, a felicidade do outro toma o topo das nossas prioridades. Não sei se já te avisaram, mas no fim vai doer e se não doer é porque você provavelmente não estava tão "conectado" à pessoa. Triste, mas é isso ou estar fadado a uma vida sem grandes paixões. 

Quando você percebe todos aqueles filmes e livros sobre superar coração partido fazem sentido e que o tempo é relativo porque é a gente que escolhe quanto vai sofrer e até quando vai durar, engraçado né? E aí você supera, volta a sorrir e a ver a graça nas coisas simples e de repente alguém aparece e bagunça o que já estava organizado, porque afinal de contas o amor sempre vale a pena.

Essa propaganda do Serenata de Amor diz muito sobre tudo isso:



Beijo :*
Elis
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se à vontade para comentar, mas lembre-se: Onde seus direitos terminam os meus começam.

 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff